ANDRÉS ESPERA POR ZÉ ROBERTO E EDU


O presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, não esconde o desejo de montar uma máquina para 2010, ano do centenário alvinegro.

Para isso, além de manter Ronaldo, o clube espera contratar outros reforços de impacto. Os dois nomes que estão mais perto são o meia Edu, ex-Corinthians e atualmente no Valencia (ESP), e Zé Roberto, do Bayern de Munique (ALE).

No caso do primeiro, o meia tem mais um ano de contrato com o clube espanhol, mas já acertou salários, luvas e tempo de contrato com Sanchez, de quem é amigo desde que iniciou a carreira na base do Corinthians. Edu, no entanto, ainda tenta negociar a rescisão com o Valencia.

- O Edu interessa e quer voltar ao Brasil depois de quase dez anos na Europa. Pelo respeito que ele tem com a nossa torcida, se retornar será para o Corinthians - disse Sanchez à Rádio Bandeirantes.

Zé Roberto, 34 anos, tem contrato até 30 de junho com o clube alemão. Recebeu uma sondagem do ex-jogador Aldair, que teria feito a proposta de jogar pelo Timão. Zé ficou animado com a possibilidade, mas Santos, São Paulo e Los Angeles Galaxy (EUA) são outros possíveis destinos.

Andrés Sanchez disse que ninguém, a exceção dele e de sua diretoria, estava autorizado para abrir negociação com o meia em nome do Corinthians. No entanto, afirma que só depende do próprio jogador.

- O Zé Roberto é nascido e criado na zona leste, onde está o Corinthians. Se for o desejo dele, a gente pode abrir negociação - explicou.

Ainda sobre negociações, Sanchez comentou a chance de o zagueiro Chicão ir para o Benfica, de Portugal. Nesta segunda, o camisa 3 admitiu ter recebido uma proposta de cerca de R$ 4,2 milhões para deixar o Timão.

- Isso deve ser coisa de empresário. O Benfica não procurou o Corinthians, o Chicão ou o empresário. Se tiver proposta que venha até nós - concluiu.

0 comentários:

Página Anterior Próxima Página