MORAIS ESTARIA SAINDO DO TIMÃO...




Campeão paulista invicto, o Corinthians deve se reforçar para o Campeonato Brasileiro. Pelo planejamento da diretoria e da comissão técnica, pelo menos quatro reforços serão contratados para o restante da temporada.

Precisamos mais do que um bom time para o Campeonato Brasileiro, precisamos de um bom elenco. Acredito que traremos mais uns quatro jogadores afirmou o presidente Andrés Sanchez, ainda no Pacaembu, no início da festa do título.

Os primeiros a serem anunciados devem ser o meia Marcinho, do Noroeste, e o volante Jucilei, do J. Malucelli, do Paraná. Este clube fez parceria com o Corinthians no início deste ano e passará a ser chamado de Corinthians Paranaense. Jucilei ocupará a vaga deixada por Túlio, negociado com o Botafogo.

Outro reforço para a posição deve ser Edu, do Valencia (ESP). O jogador tem mais um ano de contrato com o clube espanhol, mas já acertou salários, luvas e tempo de contrato com Sanchez, de quem é amigo desde que iniciou a carreira na base do Corinthians. Edu, no entanto, ainda terá de negociar a rescisão com o Valencia.

Edu tem essa situação com o Valencia que precisa ser resolvida antes de qualquer coisa. Dependemos disso (para anunciá-lo) confirma Sanchez.

O jogador seria uma alternativa a Elias, que pode ser negociado em agosto, quando abre a janela de transferência para o futebol europeu. O camisa 7 do Timão foi contratado no ano passado pela Traffic. E a única obrigação da empresa com o Corinthians é avisar o clube com até 48 horas de antecedência antes de vendê-lo.

Dos titulares, outros que podem sair são o lateral-esquerdo André Santos e o atacante Dentinho. Para a diretoria corintiana, ambos têm mercado no exterior. Entre os reservas, o atacante Otacílio Neto interessa ao Flamengo e o lateral-direito Diogo, ao Fluminense. Além deles, o volante Fabinho deve sair porque está emprestado pelo Toulouse (FRA) até junho deste ano. O mesmo vale para o meia Morais, emprestado pelo Vasco, com multa rescisória fixada em US$ 3 milhões (cerca de R$ 6,4 milhões).

Enquanto a diretoria tenta fechar o grupo para o Brasileirão, os jogadores do Corinthians terão de se concentrar na Copa do Brasil. Nesta quarta-feira, a equipe enfrenta o Atlético-PR e precisa vencer por um gol de diferença (desde que não sofra dois gols) para se classificar às oitavas-de-final.

Vamos nos concentrar na Copa do Brasil e no Brasileirão. O Corinthians terá humildade, mas vai entrar para brigar pelo título diz o presidente corintiano.

0 comentários:

Página Anterior Próxima Página