Obstáculos do Corinthians

Adversários da fase de grupos do torneio sul-americano têm grandes e fanáticas torcidas

Independiente Medellín (COL), o "Time do Povo", garantiu vaga no Grupo 1 da Libertadores 2010 e se juntou a Cerro Porteño, o "Clube do Povo", e Corinthians, dono da maior torcida de São Paulo. O trio popular, agora, espera o vencedor de Atlético Junior Barranquilla (COL) x Racing Club (URU), que jogarão a primeira fase do torneio.

A) INDEPENDIENTE MEDELLÍN (COL)

A Corporación Deportiva Independiente Medellín, também chamado por DIM, foi fundada em 1913, na cidade de Medellín, localizado no departamento de Antioquia. O clube foi cinco vezes campeão do campeonato local, sendo que o último título foi conquistado há três dias. É o clube mais antigo da Colômbia. Do atual plantel, o mais jogador mais conhecido é o goleiro paraguaio Aldo Bobadilla, que esteve na Copa de 2006 e já foi titular do Boca Juniors (ARG). Manda seus jogos no Estádio Municipal Atanasio Girardot, que também é usado pelo arquirrival Atlético Nacional.

Nome oficial: Corporación Deportiva Independiente de Medellin
Fundação: 15 de Abril de 1913 (96 anos)
Cidade: Medellin
Apelidos: "Equipe do Povo" ou "Poderoso da montanha"
Principais títulos: pentacampeão colombiano (1955, 57, 2002, 2004 e 2009) e Copa da Colombia (1981)
Participações em Libertadores: 1967 (primeira fase); 1994 (quartas-de-final); 2003 (semifinal); 2005 (oitavas-de-final) e 2009 (fase de grupos)
Outras participações internacionais: Copa Conmebol-95 (oitavas) e Copa Sul-americana-06 (primeira fase)
Principais jogadores: Aldo Bobadilla (goleiro paraguaio) e Samuel Vanegas (zagueiro colombiano)
Estádio: Municipal Atanasio Girardot (53.000 lugares)
Presidente: Jorge Osorio Ciro
Treinador: Leonel Álvarez
Fornecedor material esportivo: Joma
Patrocinador oficial: AKT-Kalley
Principal rival: Atlético Nacional
Site oficial:http://www.dim.com.co

B) CERRO PORTEÑO (PAR)

A equipe mais popular do Paraguai disputa sua 33 Copa Libertadores sob nova direção. Há cerca de uma semana, Juan José Zapag assumiu o clube e, além do déficit financeiro, também terá de contornar a punição de quatro jogos em competições sulamericanas, que obrigará o Cerro a jogar
no tradicional estádio Defensores del Chaco. Dentro de campo, o técnico Pedro Troglio aproveitou as férias para fazer um intercâmbio futebolístico na Europa. Sistemas de jogos, cronogramas de atividades, rotinas físicas de treinos foram alguns dos seus aprendizados durante a estadia.

Nome oficial: Club Cerro Porteño
Fundação: 1º de Outubro de 1912 (97 anos)
Cidade: Assunção
Apelidos: "Ciclone" ou "Clube do Povo"
Principais títulos: 28 vezes campeão paraguaio (1913, 1915, 1918, 1919, 1935, 1939, 1940, 1941, 1944, 1950, 1954, 1961, 1963, 1966, 1970, 1972, 1973, 1974, 1977, 1987, 1990, 1992, 1994, 1996, 2001, 2004, 2005 e 2009)
Participações em Libertadores: 32 vezes, sendo semifinalista em cinco (1973, 1978, 1993, 1998 e 1999)
Outras participações internacionais: Copa Sul-americana em cinco oportunidades, sendo semifinalista em 2009
Principal jogador: César Ramirez (atacante paraguaio, com passagem pelo Flamengo)
Estádio: General Pablo Rojas (32.000 lugares)
Presidente: Juan José Zapag
Treinador: Pedro Troglio
Fornecedor material esportivo: Kappa
Patrocinador oficial: Personal
Principal rival: Club Olimpia
Site oficial:http://www.clubcerro.com

C) ATLÉTICO JÚNIOR BARRANQUILLA (COL)

Maior pontuador da temporada colombiana, que engloba o Torneio Apertura e o Torneio Finalización, a tradicional equipe de Barranquilla tentará conquistar sua primeira Copa Libertadores, mas para isso terá que garantir uma das vagas no Grupo 1, numa disputa com o Racing Club, do Uruguai na primeira fase. A equipe colombiana é comandada por Diego Edison Umaña, uma das figuras da história da seleção colombiana. No confronto com uruguaios, é favorito. Seu estádio é um dos maiores do país.

Nome oficial: Corporación Popular Deportiva Junior
Fundação: 7 de agosto de 1924 (85 años)
Cidade: Barranquilla (Colômbia)
Apelidos: "Os Touros"
Principais títulos: pentacampeão colombiano (1977, 1980, 1993, 1995 e 2004)
Participações em Libertadores: 1971, 1978, 1981 e 1984 (primeira fase); 1994 (semifinal); 1996 (quartas-de-final); 2000, 2001 e 2005 (oitavas-de-final)
Outras participações internacionais: Copa Conmebol-92 (quartas) e Copa Sul-americana-04 (quartas) Principal jogador: Teófilo Gutiérrez
Estádio: Metropolitano Roberto Meléndez (60.000 lugares)
Presidente: Alejandro Arteta Abello
Treinador: Diego Edison Umaña
Fornecedor material esportivo: Saeta
Patrocinador oficial: Pastas La Muneca
Principal rival: Real Cartagena
Site oficial:http://www.juniorbarranquilla.com/

D) RACING CLUB (URU)

O estádio do Racing Club (URU) tem capacidade para pouco mais de oito mil torcedores. Isso dá uma noção do tamanho do clube, considerado pequeno em relação aos dois gigantes do país: Nacional e Peñarol. O clube vai disputar a Libertadores de 2010 como vice-campeão da Liguilla, uma espécie de torneio pré-classificatório para a competição sul-americana. O nome é inspirado no tradicional argentino Racing Club. Se vencer o Júnior Barranquilla, pode ser considerado uma grande zebra.

Nome oficial: Racing Club de Montevideo
Fundação: 6 de abril de 1919 (90 años)
Cidade: Montevidéu (Uruguai)
Apelidos: "A Academia", "Cervejeiros" e "A Escolinha"
Principais títulos: pentacampeão da Segunda Divisão do Uruguai (1955, 1958, 1974, 1989 e 2007-08)
Participações em Libertadores: nenhuma
Principal jogador: Martín Cauteruccio (atacante uruguaio)
Estádio: Parque Osvaldo Roberto, Montevideu (8.500 lugares)
Presidente: Raúl Rodríguez
Treinador: Juan José Verzeri
Fornecedor material esportivo: MGR
Patrocinador oficial: Punta Ballena
Principal rival: Cerro
Site oficial:http://www.racing.com.uy/mvdcms/index_1.html



0 comentários:

Página Anterior Próxima Página